quinta-feira, 21 de julho de 2016

#12 | DICA DE LIVRO | Jeni | 2016 | Jogos Vorazes - Suzanne Collins

Autora: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Paginas: 400
Ano: 2010
(Jogos Vorazes - Livro 1)

"Ambientado num futuro sombrio, Jogos Vorazes é pioneiro de uma tendência que vem ganhando força no mercado de best-sellers juvenis: a dos romances distópicos e pós-apocalípticos. Primeiro volume de uma trilogia, o livro narra uma luta mortal encenada por crianças e transmitida ao vivo para todos os habitantes de uma nação construída sobre as ruínas de um lugar anteriormente conhecido como América do Norte. Com sua narrativa ágil e ousada, Jogos Vorazes foi traduzido para mais de 30 idiomas e vem atraindo leitores de diversas faixas etárias.
Constituída por uma suntuosa Capital cercada de 12 distritos periféricos, a nação de Panem se ergueu após a destruição dos Estados Unidos. Como represália por um levante contra a Capital, a cada ano os distritos são forçados a enviar um menino e uma menina entre 12 e 18 anos para participar dos Jogos Vorazes. As regras são simples: os 24 tributos, como são chamados os jovens, são levados a uma gigantesca arena e devem lutar entre si até só restar um sobrevivente. O vitorioso, além da glória, leva grandes vantagens para o seu distrito.
Quando Katniss Everdeen, de 16 anos, decide participar dos Jogos Vorazes para poupar a irmã mais nova, causando grande comoção no país, ela sabe que essa pode ser a sua sentença de morte. Mas a jovem usa toda a sua habilidade de caça e sobrevivência ao ar livre para se manter viva. As reviravoltas do jogo e as dificuldades enfrentadas pela protagonista levam os leitores a sofrer junto com ela, enquanto descobrem um pouco sobre seu passado e seu relacionamento com Peeta Mellark, o outro tributo enviado pelo Distrito 12 para lutar nos Jogos Vorazes". (Skoob).


Sabemos que Suzanne Collins se inspirou no mito grego de Teseu e o Minotauro para criar essa bela ficção cientifica. A protagonista Katniss me encantou logo no inicio do livro, com sua personalidade forte e seus questionamentos sobre como a sociedade é  estruturada em Panem e como toda sua revolta  é mais um grito de socorro. Esse é  aquele tipo de livro que te faz pensar em 'Ns' coisas, sobre o poder da mídia sobre as pessoas, e como a sociedade pode ser insana e gostar de coisas que são horripilantes, podemos pensar e questionar também aspectos sobre a cultura do belo e o ponto onde ser normal não é mais suficiente, é preciso peruca coloridas e bocas modificadas para ser encantador.  Tudo nos deixa com a pulga a trás da orelha, nos faz pensar na nossa sociedade e como somos induzidos a pensar e crer que tal ação é  a mais correta e nos acostumar com coisas que nunca deveríamos achar normal.  
Seu coração dividido entre Gale e Peeta deixa uma pincelada de leveza e romantismo, pois o restante é  sangrento e arquitetado para dar certo. 


Beijos grande...
Boa Leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...