terça-feira, 22 de março de 2016

Simplifique!

“Simplifique. Fuja do complexo e diga não ao supérfluo”. Steve Jobs

Ao finalizar essa leitura, sugiro que você faça uma análise para ver onde estão os desperdícios de sua vida. O que pode ser eliminado de sua agenda lotada que não fará falta nenhuma. Quando o entusiasmo toma conta de você por saber claramente o que deve realizar fica muito fácil dizer NÃO àquilo que pode roubar seu foco.
Reflita: onde suas preciosas energias estão sendo consumidas?
Em que você tem gasto sua saúde? Seu tempo? Seu dinheiro? Seus relacionamentos? Então perceba como é possível poupar e canalizar melhor suas energias para realização do que realmente vale a pena.
Nossos pensamentos estão acelerados demais e as decisões são tomadas por impulso. Estamos vendo um mundo adoecer e tragédias familiares nunca imaginadas.

Os “cansados”, “sobrecarregados”, “ansiosos” e “inconformados” são tanto aqueles que ouviram essas palavras bíblicas em suas épocas quanto praticamente todas as pessoas da atualidade. Hoje, no entanto, com um agravante, a tecnologia que surgiu para simplificar a vida por um lado mas também acabou complicando do outro lado.
A Bíblia também fala de uma “vida abundante”, “plena” e “cheia do Espirito Santo”. (Experimente)

Assim que a Apple simplificou o computador a um botão e a cliques na tela, algumas citações da autora norte americana Ellen White passaram a ter ainda mais sentido.
Simplificar o estilo de vida:

“A clareza de mente e firmeza de propósito de Daniel, sua força de intelecto na aquisição de conhecimento, deveram-se em grande parte à simplicidade de seu regime alimentar, associado à sua vida de oração.” [1]
Simples nos relacionamentos:
“Milhares podem ser atingidos do modo mais simples e humilde. Os mais intelectuais, aqueles que são considerados os homens e mulheres mais dotados do mundo, são muitas vezes refrigerados pelas simples palavras de um que ama a Deus e que pode falar deste amor tão naturalmente como o mundano fala das coisas que mais profundamente o interessam.” [2]
 Simplifique ao ensinar:

“Suas lições eram impressivas, belas e repletas de importância, e todavia tão simples, que uma criança as compreendia. A verdade apresentada por Ele era tão profunda que o mais sábio e consumado mestre jamais a poderia esgotar.” [3]
Simplificando nos planos:
“As leis do reino de Cristo são tão simples, tão compactas, e no entanto tão completas que quaisquer adições de feitura humana criarão confusão.

E quanto mais simples forem nossos planos para o trabalho no serviço de Deus, mais realizaremos.” [4]
Algumas sugestões para você simplificar e energizar sua vida:

Mais conexão com Deus e menos com a internet – Ao você ouvir a voz de Deus, cada dia lembrando que você é Sua “maior alegria” (III João 4), isso deveria encher seu coração de prazer em busca-Lo em “primeiro lugar”.
Família – Programe em sua agenda tempo diário, semanal, mensal e anual. “Os filhos sãos os melhore presentes do Eterno”. (Salmos 127.3 – tradução A Mensagem).
Trabalho que satisfaz – “O prazer de fazer bem a outros, comunica aos sentimentos um ardor que eletriza os nervos, vivifica a circulação do sangue, e produz saúde física e mental. [5]

Recreação – Compreenda que “recrear” significa recriar energia e vitalidade.

Exercício físico – “Exercícios físicos e padrões de repouso adequados respondem por 20% do aumento de energia diária, semanal e mensal”. Uma boa fonte sobre esse assunto é essa.
É tempo de não perder tempo, pois este é o momento de ajustes necessários para Deus nos usar mais e mais no cumprimento dos Seus propósitos na vida que Ele nos deu para cuidar.

NÃO DESPERDICE-A. SIMPLIFIQUE!

Referências:
[1] Ellen G. White. Testimonies Vol. 4. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, p. 515 e 516.
[2] Ellen G. White. Conselhos sobre Educação. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, p. 39.
[3] Ellen G. White. Filhos e Filhas de Deus, Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, p.266.
[4] Ellen G. White Olhando para o Alto, Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, p., p.189.
[5] Ellen G. White. Testimonies Vol. 4. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, p. 56

 Autor: Hebert Boger


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...