quinta-feira, 17 de setembro de 2015

DE PUNHOS CERRADOS - Pedro Bandeira


Olá, povo lindo!
Hoje é dia de resenha e antes dos questionamentos sobre o livro que ficou faltando resenhar (Corpo, Gênero e Sexualidade), estou sem palavras para descrevê-lo, e sinto que não deveria escrever qualquer coisa só para cumprir metas. Preciso de tempo para digerir o que li naquelas paginas, fiquei sem palavras decentes para colocar aqui. 
Vamos as METAS e aos livros lidos. 

Autor: Pedro Bandeira
Editora: JPA
Ano: 2008
Páginas: 204
Literatura Infantojuvenil 

Depois de ocultar o verdadeiro culpado pela cola que caiu no chão, na escola, Eduardo deixou um inocente levar a culpa. Depois deste dia seu apelido na escola virou caramujo, pois como caramujo fechou-se na casca. 
Qualquer um ficaria confuso com tantos nomes, "caramujo" no colégio, "Dudu" para a Mãe Mariana, "Eduardo" só na hora da chamada.
Mas o pior estava por vir... De uma forma resumida, podemos dizer que Caramujo se envolveu em uma briga, e foi chamado na diretoria, porém o que ele não sabia era que o motivo de sua ida para a sala do diretor, nada tinha haver com a briga.
O diretor começa a falar cautelosamente que aconteceu uma tragédia, um acidente com os pais dele, e infelizmente ele conclui que os pais dele morreram. 
De uma hora para outra Eduardo que era amado pela mãe e ainda tentava entender o pai, ficou só no mundo.
No velório o que Eduardo mais queria era que a mãe voltasse a respirar de novo, que tudo aquilo fosse mentira.
Eduardo tinha de domar a própria existência, do jeito que se doma uma fera. O rapaz tinha de impor-se à violência da nova vida que agora lhe havia sido imposta, antes que a própria violência o dominasse... Para isso, ele tinha de agir com a coragem de um jovem touro, de um garrote. 


Beijo grande! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...