terça-feira, 7 de julho de 2015

A Saga de Asdrúbal #palavra esquisita significado interessante#15

Na mesma intensidade do grito, Asdrúbal acorda de seu sonho, reclina-se na cabeceira de sua cama, e reflete com consternação, “Uau não passou de um sonho, que loucura”. Com cuidado toma no criado mudo sua bíblia a mensagem e lê: Sem direcionamento, o povo se perde, mas, quanto mais conselheiros sábios, melhores soluções. Provérbios 44:22.
Asdrúbal decide ir ao trabalho caminhando, o mesmo ficava a dois quilometro de sua residência, quando chegou na “Put’z grillo Corporation” estava exangue, se encosta na parede contemplando as flores do Jardim, buscando ar pois sentia fortes dores nos rins.
Bom dia Asdrúbal, bom dia Perrone, hoje o dia promete espero que você esteja preparado para apresentar o projeto, fica sussa Perrone você vai mitigar quando ver o que preparei, como eu tenho uma hora e meia, vou repassar a apresentação e me preparar emocionalmente para encarar a Clara, boa sorte Asdrúbal, e não se esqueça, você é o cara.
Clara estava na sala com Perrone, apontando-lhe o dedo no rosto dizendo: Espero que você não tenha me feito perder tempo, você sabe que o Asdrúbal é desajeitado e mesmo assim passou a ele a responsabilidade do projeto. Perrone retruca com olhar perfurante a criatura do submundo, “A reponsabilidade é minha Clara, a montagem e execução é dele, nunca transferi essa prerrogativa a ele, se der errado eu assumo as consequências”, Asdrúbal adentra a sala, bom dia Clara, bom dia chefe, bom dia Asdrúbal os dois respondem em uníssono.

Asdrúbal quero que você fique ciente que tenho só 15 minutos e se eu perceber enrolação ou despreparo da sua parte eu se levanto e saio, você compreendeu, sim Clara responde suspirando, só neste momento ela percebe como o garoto está janota.

Bem, o Perrone pediu que eu escrevesse uma história que fosse impactante na internet e que fizesse as pessoas se lembrarem durante o seu dia e sentisse vontade de ver novamente, eu apresento a vocês “A culpa é das estrelas”, como protagonista seria a Dil’s grace que tem um câncer na tireoide que faz ela falar asneira o tempo todo, o seu parceiro é o Augustus Polvo que tem Osteosarcoma, que o fez perder o dedo mindinho da mão esquerda, e eles tem como mentor John Sant’Anna Green.

A facúndia de Asdrúbal era notório, Clara percebe que a história vai ser trágica, mas é isso que as pessoas gostam e faz sucesso, após os 15 minutos de apresentação, Clara se dirige a Asdrúbal e pergunta da onde lhe veio essa sacada tão genial, Distopia minha cara, distopia, entendo, agora faz sentido, em todo caso parabéns, Ah, Perrone dê todo suporte necessário para lançarmos este vídeo no dia 13 de maio, ok chefa, Perrone estava quase batendo continência ao responder.

Uau Asdrúbal, você bagaçou, ficou muito massa meu brother, estou até vendo o marido chegando atrasado em casa ele vira para esposa e diz A culpa é das estrelas querida, a criança apresenta um bilhetinho aos pais do professor reclamando de seu comportamento o Piá dirá Ora bolas A culpa é das estrelas, o Brasil depois de tomar uma lavada no futebol o capitão do time muito enraivecido diz, sem dúvida A culpa é das estrelas, nós vamos mudar a história desse Pais.

No caminho de volta pra casa, Asdrúbal se lembrou do verso que ele havia lido na manhã anterior Abençoada é a nação que tem o Eterno como Deus. Abençoados os que foram incluídos no seu testamento. Salmos 33:12, uma forte convicção de que Deus está no controle de sua vida inundou os seus pensamentos, e percebeu que mesmo na sua insignificância Deus o honrou na sua apresentação.

 

Consternado – Profundamente triste, de ânimo abatido, prostrado, desalentado.
Distopia ou antiutopia é o pensamento, a filosofia ou o processo discursivo baseado numa ficção cujo valor representa a antítese da utopia ou promove a vivência em uma utopia negativa . As distopias são geralmente caracterizadas pelo totalitarismo, autoritarismo, por opressivo controle da sociedade. Nelas, "caem as cortinas", e a sociedade mostra-se corruptível; as normas criadas para o bem comum mostram-se flexíveis. A tecnologia é usada como ferramenta de controle, seja do Estado, seja de instituições ou mesmo de corporações.
Distopias são frequentemente criadas como avisos ou como sátiras, mostrando as atuais convenções sociais e limites extrapolados ao máximo. Nesse aspecto, diferem fundamentalmente do conceito de utopia, pois as utopias são sistemas sociais idealizados e não têm raízes na nossa sociedade atual, figurando em outra época ou tempo ou após uma grande descontinuidade histórica.

Uma distopia está intimamente conectada à sociedade atual. Um número considerável de histórias de ficção científica que ocorrem num futuro próximo do tipo das descritas como cyberpunk, usam padrões distópicos de uma companhia de alta tecnologia dominando um mundo em que os governos nacionais se tornaram fracos. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Distopia 30/06/2015

Exangue – (Do lat. Exsangue). Sem sangue, exausto.
Facúndia – (Do lat. Facúndia) Facilidade para discursar, eloquência, loquela, fecundidade.

Janota – (Do fr. Janot, ‘tolo’) Vestido com apuro exagerado, garrido, elegante, peralta.
Mitigar – (Do Lat. Mitigare). Abrandar, amansar. Suavizar, abrandas, aliviar.

Uníssono – Diz-se do som que tem a mesma altura do outro.

 

OBS: Todos os significados das palavras descritos neste texto foram extraídos do dicionário Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, 2ª Edição 1986.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...