quinta-feira, 21 de maio de 2015

Noites Brancas: romance sentimental (das recordações de um sonhador) - Fiódor Dostoiévski


Olá povo lindo! Tenho o prazer de apresentar para vocês, mais uma resenha. Totalizando 15 livros lidos esse semestre. Metas atualizada aqui.

Autor: Fiódor Dostoiévski 
Editora: Editora 34
Edição de: 2009
Primeira edição: 1848
Páginas: 96
Literatura russa

Durante uma das singelamente "noites brancas" do verão de São Petersburgo, em que o sol praticamente não se põe, dois jovens se encontram numa ponte sobre o rio Nievá e dão início a uma história repleta de fantasia e lirismo. 
A história se inicia, quando o Sonhador, percebe que uma moça esta chorando na ponte.
Ela chorava pois seu sonho havia sido interrompido, a promessa feita pelo antigo inquilino de voltar de Moscou depois de um ano e casar com ela, não tinha sido cumprido... Já tinha se passado 3 dias desde a volta do moço, e o encontro que era para ser feliz e radiante tinha sido, frustado pela ausência. O prometido não tinha sido cumprido, agora ela pedia um conselho para o Sonhador, este por sua vez, fala para ela escrever uma carta, perguntando sobre tal promessa...
Os dois personagens são bem diferentes, mesmo os dois se declarando sonhadores, Nástienka (diminutivo e forma familiar de Nastassía) fixa seus sonhos num espectro mais realista. Porém o Sonhador, só consegue ver o mundo através de seus sonhos. 

A vida do sonhador sempre será assim? Repleta de imaginação e pouca vida realista?* 

O mais importe nesta obra, acredito que seja a abordagem sobre o drama que cada indivíduo passa no seu dia a dia, como lidamos com os problemas, como uma vida de sonhos as vezes pode se desmoronar, e como nos alienamos do mundo que nos rodeia para vivermos na nossa bola imaginaria de perspectiva e perfeição. 
Será que sem os sonhos podemos viver uma vida concreta? 
Várias obras literárias mostra o poder da imaginação, dos sonhos,  da motivação ao se  ter uma perspectiva sobre o futuro, tudo isso da mais sentido ao ato de viver. Esse mundo imaginário tem o poder de tirarmos da realidade muitas vezes cruel e desumana que o indivíduo se encontra. Podemos sair um pouco deste livro e lembrar o clássico brasileiro, Meu Pé de Laranja Lima. 
Sem esperanças somos meros espectros ambulantes tentando achar um fio de estímulo para continuar vivendo. 
As lágrimas são na verdade, reflexos do que se passa por dentro, é a demonstração externa dos sentimentos! 

Boa leitura, beijo grande!

------------------------------
* Você terá que ler o livro para saber como essa pequena história vai sendo construída e se desenrolando. 

2 comentários:

  1. Morro de vontade de ler esse livro! Todo mundo só elogia.
    Beijo!
    Eduarda, do Maquiada na Livraria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo a leitura... São páginas a serem degustadas com calma. Para se ter momentos prazerosos.
      Beijo Grande!

      Excluir

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...