segunda-feira, 11 de maio de 2015

Enfim Casados!


Esses dias estive lendo um texto feito pelo jornalista Murillo Leal (que você pode ler aqui), e comecei a refletir sobre o meu próprio relacionamento e outros que tenho em meu círculo de amizade.

O texto do Murillo fala a respeito de jovens que se casam cedo e são, equivocadamente julgados como quem está perdendo sua vida por se casar.

Eu me casei aos 20 anos com o amor da minha vida! E passamos momentos incríveis juntos, dos quais gostaria de partilhar com vocês algumas coisas que fazem com que nosso relacionamento continue sendo duradouro e mais que isso, sendo feliz!

Estamos casados há quase 8 anos (que será completado em Julho) e juntando a isso namoro e noivado, estamos juntos há 10 anos. Parece muito, mas o tempo passa tão depressa e acontecem tantas mudanças na gente e no relacionamento que nem percebemos como isso tudo acontece.

Então lá se vão algumas dicas:

1º Esteja sempre pronto a ouvir
Ouvir seu cônjuge, ainda que seja para ele/ela contar como foi seu dia é de extrema importância, pois cria-se um diálogo e o outro perceberá que você tem interesse em saber dos detalhes do seu dia, do seu trabalho, da escola, ou do que quer que seja.

2º Fale o que está sentindo
Há casais que brigam simplesmente porque a coisa chegou em um ponto tão extremo que a última gota que faltava no copo transborda e ao invés de se dialogar o que acontece é uma batalha. Um despeja em cima do outro tudo o que estava segurando até aquele momento e nem sempre o outro está disposto a aguentar as grosserias e as palavras ditas de atravessado quando isso acontece. Aqui em casa não temos granes discussões, pois aprendemos a conversar diariamente sobre o que estamos sentindo, isso evita muita briga desnecessária, pois a conversa informal do dia a dia faz com que tenhamos mais facilidade de expressar o que gostamos ou não um no outro sem nos ferir mutuamente.

3º "Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha" - Ef. 4:26
Isso parece clichê, mas não há coisa mais desconfortável do que dormir de costas para a pessoa que você ama. É o pior sono, a pior noite, a cama parece ficar pequena e não há cobertor que baste. Portanto, esse passo é de extrema importância! Resolva os problemas, desavenças e conflitos antes mesmo de irem se deitar.

4º Orar juntos
Ter sua comunhão pessoal com Deus é importante, mas orar com  seu cônjuge também. Isso trará grandes benefícios ao seu relacionamento. Ter Deus como o centro do seu lar irá transformar a sua casa. Experimente por uma semana e depois contabilize os resultados. Deus é o que transforma nossos hábitos ruins, é Ele que nos dá paciência, que nos ajuda a perdoar e que nos motiva a sermos melhores para o nosso cônjuge.

5º Tenham o mesmo objetivo
"Duas pessoas andarão juntas se não tiverem de acordo?" - Amós 3:3. Esse verso expressa muito o que é ter o mesmo objetivo. Ninguém chega a lugar nenhum se cada um puxar a corda para um lado diferente. Sei que temos ambições e sonhos individuais, mas depois que nos casamos esses sonhos se fundem e muitas vezes é preciso renunciar algumas coisa para que o outro possa se realizar e você verá que a realização de seu amor também é a sua e isso te fará tão feliz quanto se você mesmo estive realizando algo que gostasse.

Esses são alguns dos passos que praticamos aqui em casa e posso dizer com propriedade que funciona! Temos nossas divergências, assim como todo casal, mas não temos brigas/rixas e estamos tentando fazer do nosso lar um pedacinho do céu.

Ellen White escreve no livro Fundamentos do Lar Cristão pg. 9: "Jamais nos esqueçamos do dever de tornar o lar alegre e feliz para nós mesmos e para os nossos filhos, cultivando atributos do Salvador. Se colocarmos Cristo no lar, discerniremos o bem do mal. Estaremos aptos a ajudar nossos filhos a serem árvores de justiça, dando o fruto do Espírito.
Podem sobrevir aflições, mas essa é a situação da humanidade. Que a paciência, a gratidão e o amor mantenham no coração os raios do Sol, ainda que o dia pareça nublado.
Mesmo que seja simples, o lar pode sempre ser um lugar em que sejam ditas palavras alegres e sejam praticados atos de bondade, onde a cortesia e o amor sema hóspedes constantes."

Espero ter ajudado! Até mais pessoal!!

2 comentários:

  1. Nossa, que história bonita! ^_^
    maquiadanalivraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eduarda! Espero que minha história sirva de inspiração pra vc ;)

      Obrigada pela visitinha aqui, volte sempre!! Bjão...

      Excluir

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...