terça-feira, 15 de julho de 2014

Parábola dos Dois Devedores

Olá Galera, tudo bem com vocês? Olha eu aqui de volta, e hoje vamos refletir sobre o Perdão.

Você já pediu perdão para alguém? Alguma vez alguém pediu o seu perdão? E como você reagiu a essas duas situações?

Ao analisar a palavra perdão, automaticamente essa nos remete que alguém teve uma perda grande e mesmo assim ela concede, e sinceramente não há pessoa que goste de perder, logo não tem como fugir de uma pergunta contumaz, vale a pena perdoar?

Nem sempre perdoar é algo fácil simplesmente por que a perda foi muito grande, como dizer de uma mãe que perdeu o filho assassinado sabendo que não havia motivos para isso, como perdoar alguém que colocou o revolver na sua cabeça e levou o seu carro embora, como dar o perdão há um sequestrador que manteve a sua mãe cativa por horas?

A bem da verdade o ser humano não está preparado para conceder o perdão, simplesmente por ser egoísta, e como ser uma pessoa evoluída e dar o perdão? Como dar algo que não se tem?

É nesse momento que entra em cena Jesus, às vezes parece jargão para ludibriar tolos, mas só Jesus pode resolver o problema do coração humano, quando temos um encontro com Jesus a sua pureza e amor expõe somente para nós o que realmente somos “desgraçados, miseráveis, pobre, cego e nu”, Apocalipse 3:17; e ao olharmos em seus olhos de amor e vermos o sacrifício que Ele fez para nos conceder esse perdão o nosso coração de pedra se torna um coração de carne, foi assim que ocorreu com dois personagens bíblico, acompanhe atentamente a história a baixo:

“E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa. E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento; E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento. Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora. E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre. Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta. E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais? E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem. E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça. Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento. Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama. E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados.” Lucas 7:36-48

Jesus muito ensina com essa história, Ele não fez acepção de pessoa, comeu na casa do fariseu e aceitou o carinho da então chamada “pecadora” (na verdade todos o somos), e quando o fariseu se ressentiu Jesus contou uma parábola que o fez ver quem ele realmente era e o quanto era necessário ocorrer uma transformação divina, talvez a parte mais bela dessa história e pouco conhecida é que aquela mulher havia sido uma prostituta e este fariseu que agora julgava ela por ser o seu Tio, foi a pessoa que a levou a essa vida, o que ele não havia percebido que Jesus havia perdoado ele e ela, e ela também perdoou ele.

É exatamente isso que ocorre quando Jesus entra em nossa vida, Ele nos perdoa e nos ensina a perdoar, que Maravilhoso Deus que nos aceita como estamos, mas se recusa em deixar envolto na amargura do rancor e do ódio, que o Senhor Jesus nos ensine diariamente a encontrar o Seu perdão e distribui-lo a todos que necessitam.


Um Grande Abraço e até a Semana que Vem!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...