terça-feira, 29 de abril de 2014

Parábola: As Dez Virgens

E ai galera tudo bem com vocês? Separe um tempinho para refletir, pois o tema de hoje é deveras de importante.

Quem gosta de esperar levanta a mão? Essa pergunta foi feita para pessoas de todas as idades e ninguém levantou a mão. Por que será que é tão difícil aguardar algo pacientemente? Talvez a praticidade da via moderna tenha diminuído a capacidade humana de esperar com tranquilidade, mas o fato é que as pessoas vivem tão ansiosas que esperar por qualquer coisa são minutos torturantes. Não faz muito tempo eu assiste a um vídeo no youtube (vide aqui) de algumas crianças que foram selecionadas para participar de uma pesquisa e elas receberam um doce, se eles suportassem alguns minutos sem comer essa iguaria receberiam outro no final, e o resultado da pesquisa deixou claro como esperar é algo torturante em que poucos conseguem vencer a inclinação.

Jesus contou várias parábolas sobre o seu retorno e como isso poderia ser torturante para alguns que não aprenderam esperar; “Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram. Mas à meia noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dais-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido compra-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço. Vigiai, pois por que não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir”. Mateus 25:1-13

Na parábola das dez virgens todas passam por um teste, o da paciência, mas algo surpreendente é revelado neste teste, cinco delas fazem provisão de azeite para esperar mais tempo do que foi previsto, essa provisão faz toda a diferença no final.

Jesus está retornando para buscar os seus filhos, estamos vivendo o momento em que temos que aguardar pacientemente e encher os nossos vasilhames de azeite, e nessa espera encontraríamos muitos escarnecedores, como o texto do Marcelo Mirisola onde dissimuladamente ele ironiza a volta do mestre (vide aqui), mas a palavra de Deus já previa que isso iria ocorrer, “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessas da sua vinda? Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permacem como desde o princípio”. 2 Pedro 3:3-4

Mesmo com tanta incredulidade no tempo presente, Jesus voltará, e quando este evento ocorrer o que será daqueles que zombaram da sua vinda? Aguardemos, por que “O senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham arrepender-se”. 2 Pedro 3:9

ORA, VEM SENHOR JESUS!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...