domingo, 16 de fevereiro de 2014

Bombas de Alegria - José Macia, Pepe.








Editora: Realejo Edições
Ano: 2006
Páginas: 174

Mais um livro lido |\O/| Uhulll (6º livro do ano).
Adquiri esse livro no ano de 2010, dei de presente para meu esposo que é um santista roxo. Esse ano resolvi ler esse livro e sabe o que achei? Divertidíssimo.
Meu digníssimo já tinha falado que o Pepe era veloz como poucos e quando ele chutava a bola da época chegava a 122km/h. Achei isso fantástico. Confesso que por ele ter jogado com o Pelé contribuiu muito para iniciar a leitura.
O livro "narra com toque rápido e certeiro, uma secessão de casos registrados ao longo de 25 anos de experiência no "mundo louco do futebol": a temporada dos jogos, o ambiente das concentrações, as preleções estapafúrdias de certos técnicos, as gafes do rádio, as confusões na hora de assinar contratos, os malabarismos dos atletas dentro e fora dos estádios".
Tem muita coisa legal no livro, faz você até rir alto com as coisas que acontecia antigamente.
Separei algumas para vocês:
Ano 1953
"O fato curioso: as traves, sem redes, já eram de caibro. O campo acho que era do Beija-flor F.C. No terceiro gol, o da vitória, acertei um tirombaço que acertou em cheio o travessão e entrou. O poste superior ficou balançando alguns momentos até cair, infelizmente, na cabeça do meu descobridor Cobrinha. O jogo foi paralisado. Apareceu aquela maleta de massagens, que tinha desenhada, na parte de fora, uma caveira. Tiveram álcool, mercúrio cromo, gaze esparadrapo. Alguém entendido fez o curativo na cabeça do atordoado goleiro e o jogo prosseguiu". p. 21
Ano 1959 (esse ano é super divertido de ler)
"A Grande Entrevista
Eis na íntegra o texto do sensacional entrevista feita pelo saudoso radialista Jorge Shammas, pertencente a Radio Atlântica de Santos.
Era o horário de maior audiência na cidade, das 12 às 13 horas. 
O locutor chefe dava o noticiário esportivo, um vibrante comentário e na parte final vinha a entrevista diária:
-Fala, Shammas.
-Amigos ouvintes esportistas, boa tarde. O nosso entrevistado de hoje é o craque que veio de Roseira para vencer no futebol paulista e brasileiro, chegando ao título de campeão do Mundo, José Ely de Miranda, o popular Zito.
Nossa primeira pergunta:   
- Qual o seu nome completo?
-José Ely de Miranda.
-Qual o seu apelido no futebol?
-Zito.
-De onde você veio para Santos?
-De Roseira.
- Qual o seu maior título?
-Campeão Mundial.
E assim apresentamos a reportagem do dia, sempre em dia com a reportagem. Retorno à base e obrigado. Amigos!". p.39
Gente, é para rir alto depois de ler uma coisa desta, o repórter deve ter perdido o emprego depois de uma brilhante entrevista destas. Fala pra mim, o que a entrevista acrescentou depois da apresentação feita pelo repórter? Fala sério, é muita inteligencia para um ser só. Rindo alto até agora.
Tem também o Parabéns a Você do mesmo ano que me fez rir muito, mas esse vocês terão que ler o livro, para descobrir o que aconteceu. ;)


Neymar, ops, não, Pelé, Pepe e Coutinho
Para fechar com chave de ouro, ou não, uma das frases de destaque do livro: "Quando o jogo está a mil, minha 'naftalina' sobe! - Jardel, ex-atacante do F.C. do Porto" p.171.

Até o próximo post com mais livro para vocês. Beijos cheios de alegria. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...