domingo, 19 de janeiro de 2014

MELHORES POEMAS - Cecília Meireles

Título: Melhores Poemas - Coleção
Autora: Cecília Meireles
Editora: Global
Lançamento: 1984
Edição: 14ª
Ano: 2002

Esse é meu segundo livro lido este ano |\O/|
Estou mega feliz com os resultados que estou tendo com a minha meta de leitura deste ano. VEJA META AQUI.
Livros de poemas e poesias, são sempre desafiantes para mim. A escolha deste livro como o segundo do ano, não foi por acaso, eu tinha terminado de ler um livro da Thalita Rebouças, e adorado a leitura leve e envolvente. Pensei assim, é uma boa hora para começar a ler esse livro chato. Peguei o livro e comecei a ler e me apaixonar por Cecília, ou melhor por este livro, que resume vários poemas da autora de várias épocas. Terminei o livro super feliz, por ter gostado da leitura e tornado o tempo passado com a seleção que a Maria Fernandes fez prazeroso.
Pessoal, para quem começou a leitura sem muitas expectativas, tive que selecionar os poemas que escolhi para colocar aqui, pois o post, ficaria muito extenso.

Escolhi três que não poderia não colocá-los aqui, são eles:

Canções - Se não houvesse montanhas!

Se não houvesse montanhas!
Se não houvesse paredes!
Se o sonho tecesse malhas
e os braços colhessem redes!

Se a noite e o dia passassem
como nuvens, sem cadeias,
e os instantes da memória
fossem vento nas areais!

Se não houvesse saudade,
solidão nem despedida...
Se a vida inteira não fosse,
além de breve, perdida!

Eu tinha um cavalo de asas,
que morreu sem ter pascigo,.
E em labirintos se movem
os fantasmas que persigo.

______


LEI

O que é preciso é intender a solidão!
O que é preciso é aceitar, mesmo, a onda amarga
que leva os mortos.

O que é preciso é esperar pela estrela
que ainda não está completa.

O que é preciso é que os olhos sejam cristal sem névoa,
e os lábios de ouro puro.

O que é preciso é que a alma vá e venha;
e ouça a notícia do tempo,
e, entre os assombros da vida e da morte,
estenda suas diáfanas asas,
isenta por igual,
de desejo e de desespero.

_________

FALAI DE DEUS COM A CLAREZA

Falai de Deus com a clareza
da verdade e da certeza:
com um poder

de corpo e alma que não possa
ninguém, à passagem vossa,
não o entender.

Falai de Deus brandamente,
que o mundo se pôs dolente,
tão sem leis.

Falai de Deus com doçura,
que é difícil ser criatura:
bem o sabeis.

Falai de Deus de tal modo
que por Ele o mundo todo tenha amor

à vida e à morte, e, de vê-lo,
O escolha como modelo superior.

Com voz, pensamentos e atos
representai tão exatos
os reinos seus

que todos vão livremente
para esse encontro excelente.
Falai de Deus.

____________

Lindos e Perfeitos!!!
Tchau e um big beijo cheio de alegria para vocês e até o próximo post com mais um livro lido das minhas metas |\O/|


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Deixe um recadinho! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...